Cafeína: quais os prós e contras do estimulante
0
Avatar

Uma xícara de café quente pode ser tudo o que muita gente precisa para começar bem o dia. Isso acontece por causa da cafeína. Essa substância está presente em grande variedade de alimentos e suplementos. Seu efeito mais conhecido é deixar o indivíduo com mais disposição e energia.

Entretanto, como qualquer estimulante, seu uso constante apresenta prós e contras. Se você é do tipo que gosta de cuidar da saúde e deseja entender tudo sobre os alimentos que consome, aproveite para entender melhor os efeitos da cafeína e tire suas próprias conclusões.

Conheça um pouco mais sobre a cafeína
Presente em alimentos como café, chocolate, refrigerantes, chá-verde e guaraná em pó, a cafeína é uma substância estimulante do sistema nervoso central. Por esse motivo, seu consumo deixa as pessoas mais alertas, dispostas e atentas.

Outra vantagem é que consumir alimentos com cafeína reduz a vontade de ingerir doces e inibe o apetite. Além disso, ela exibe função termogênica, acelera o metabolismo e ajuda as pessoas que buscam emagrecer.

Entenda as vantagens do consumo dessa substância
A cafeína funciona primariamente como um estimulante. Por essa razão, é recomendada antes da prática de atividades que exijam mais atenção e disposição física. Pode ser algo maravilhoso antes de um exercício ou de uma rotina cansativa de trabalho.

Tomar uma boa xícara de café pela manhã, por exemplo, ajuda você a acordar e enfrentar os desafios do dia com o ânimo renovado. Um cafezinho ou chá-verde depois do almoço dispersa aquela sensação de desânimo que ocorre depois de comer. E quem precisa virar a noite, estudando ou trabalhando, sabe que o café pode ser a melhor forma de se manter acordado.

E não podemos esquecer ainda da sua atuação junto aos praticantes de esportes. Suplementos alimentares ricos em cafeína garantem um melhor desempenho para atletas de qualquer modalidade.

Outro uso menos conhecido desse alcaloide é sua atuação junto aos analgésicos e tratamentos de diversos males, como a depressão, problemas respiratórios, alguns tipos de cefaleia e até mesmo para a prevenção de Alzheimer.

Descubra os contras do consumo da cafeína
Apesar dos variados benefícios, o consumo exagerado da substância em questão pode causar uma série de males ao organismo.

O primeiro que vale ser apontado é que a cafeína causa dependência. Isso quer dizer que, quanto mais você a consome, mais precisa ingerir para conseguir o mesmo efeito. Assim, quando perceber, estará tomando muito mais que duas xícaras por dia. E é aí que os problemas começam a aparecer.

Os contratempos mais comuns são os distúrbios do sono. Como a cafeína fica agindo por bastante tempo no organismo, um copo de café que você bebeu no meio da tarde pode impedir que você durma bem à noite.

Além disso, gastrites, azias, refluxos e dores estomacais podem ser provocadas ou agravadas por conta do largo consumo da cafeína. E é importante mencionar que exagerar na sua ingestão pode causar mau humor, irritação e estresse.

Como se pode perceber, a cafeína é altamente benéfica se usada com moderação. A dose diária recomendada para uma pessoa saudável é de, no máximo, 400 mg, ou melhor, duas xícaras de café. Mais do que isso, pode eventualmente trazer problemas no estômago, alterações de humor e recorrentes quadros de insônia. Então, se você é daquelas pessoas que precisam beber café muitas vezes por dia, basta optar por versões descafeinadas ou com menor concentração de cafeína.

E então? Conseguir entender mais sobre a atuação da cafeína no organismo? Continue com a gente e descubra 5 motivos para começar o dia com um suco detox.

Deixe um Comentário

Seu email não será divulgado.

0

TOPO

X
Abrir Chat
Precisa de ajuda?